Areas - Oftalmologia - Hope

Especialidades

Especialidades

Atualmente, o campo de atuação oftalmológica do HOPE possui uma variedade de opções, atendendo a todos os públicos. Leia abaixo e saiba mais sobre as principais especialidades em que nós estamos presentes:

  • Catarata

    É a especialidade que trata doenças oculares relacionadas a opacificação do cristalino, lente natural do olho, através de técnicas cirurgicas, promovendo a reabilitação visual em grande maioria dos casos.

  • Refrativa

    No HOPE você encontra os tratamentos mais modernos e a equipe médica especializada em cirurgia refrativa para indicar o melhor tratamento para correção do erro refrativo de cada paciente, individualmente.

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp

    OS ERROS DE REFRAÇÃO
    Miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia (vista cansada) são condições chamadas erros de refração que ocorrem quando o tamanho do olho ou formato da córnea (parte anterior do olho) fogem do padrão de normalidade. Essas alterações afetam a maneira como o olho direciona a luz para focá-la na retina (parte posterior do olho). Os erros refrativos podem ser detectados em várias fases da vida, desde os primeiros anos de vida escolar, até na maturidade.

    Clique aqui para saber mais

    A CIRURGIA
    Um dos benefícios da cirurgia refrativa é que ela possibilita reduzir ou até eliminar o uso de óculos e lente de contato. O procedimento é bastante seguro e realizado de forma personalizada, com os mais modernos equipamentos de precisão à laser. A equipe médica especializada do HOPE indicará a técnica mais apropriada de acordo com a anatomia e necessidade de cada paciente.


  • Glaucoma

    O HOPE oferece uma estrutura completa com especialistas e tecnologia de ponta para tratar o glaucoma.
    Além dos diversos tratamentos à laser, o HOPE disponibiliza de novos tratamentos minimamente invasivos para o glaucoma, como o é o caso do tratamento com o iStent. O iStent é um minúsculo dispositivo que é introduzido por uma pequena incisão no olho para facilitar a drenagem e diminuir a pressão intraocular.

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp

    O GLAUCOMA
    O glaucoma é uma das maiores causas de cegueira irreversível do mundo, especialmente por tratar-se de uma doença silenciosa causada na maioria das vezes por um aumento da pressão intraocular. Desta forma, a melhor maneira de evitar a perda da visão é através do diagnóstico precoce detectado no exame com o médico oftalmologista.

    Clique aqui para saber mais

    A CIRURGIA
    Quando o tratamento clínico com colírios e tratamento a laser não são capazes de evitar a progressão da doença, existem algumas possibilidades de cirúrgicas para o glaucoma. As cirurgias do glaucoma tem a mesma finalidade do tratamento clínico que é baixar a pressão intraocular. A cirurgia não se destina a recuperar a visão perdida, mas sim, a diminuir a progressão da doença através da criação de canais acessórios de drenagem do líquido intraocular.


  • Estrabismo

    No terceiro andar da unidade HOPE Ilha do Leite, contamos com uma equipe médicos que se dedicam ao tratamento do estrabismo.

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp

    O ESTRABISMO
    O estrabismo ou desvio ocular acontece quando há perda do paralelismo entre os olhos. Os desvios oculares podem ser do tipo convergente (desvio para dentro), divergente (desvio para fora) ou verticais (um olho fica mais alto ou mais baixo). Apesar de aparecer com mais frequência em crianças, ele pode surgir em qualquer idade. É importante saber que os desvios da infância devem ser acompanhados e tratados por um médico oftalmologista, porque podem levar a perda definitiva da visão.

    Clique aqui para saber mais

    A CIRURGIA
    O tratamento do estrabismo pode ser feito utilizando diferentes métodos como o tratamento clínico com óculos, exercícios ortópticos ou medicamentoso, ou através do tratamento cirúrgico dependendo de cada tipo e cada caso.

    Quando há indicação de cirurgia, ela é realizada ajustando os músculos oculares de um ou ambos os olhos de acordo com a necessidade de cada caso. Dependendo do caso, é feito reajustes para obter o resultado desejado.


  • Plástica Ocular

    A Plástica Ocular corresponde à área da oftalmologia que se dedica a tratar a região periocular, incluindo as pálpebras, vias lacrimais e anexos cutâneos (cílios e glândulas palpebrais). As indicações para o tratamento podem ser de motivação estética ou funcional (quando o problema afeta o funcionamento normal do olho).

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp
  • Uveíte

    Visão embaçada, sensibilidade a luz, dor e vermelhidão nos olhos podem ser sinais de uveíte (inflamação ocular). No HOPE você encontra uma equipe capacitada para tratar as inflamações e processos infecciosos que afetam o olho.

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp

    A UVEÍTE
    Trata-se de uma inflamação em uma das camadas do olho e que pode vir a comprometer seriamente a visão. É preciso atenção, pois algumas vezes esta inflamação está associada a algum processo infeccioso e autoimune, que se não for diagnosticado precocemente e tratado de maneira correta, o paciente pode vir a desenvolver sequelas visuais graves e até mesmo a cegueira.

    Clique aqui para saber mais

    TRATAMENTO CLÍNICO
    Por, muitas vezes, a uveíte se confunde com a conjuntivite por apresentar sintomas parecidos, mas a uveíte requer um manejo adequado, com um tratamento individualizado e um acompanhamento regular.

    O tratamento deve ser realizado conforme orientação do médico oftalmologista e algumas vezes requer a avaliação de outras especialidades como a infectologia, reumatologia e clínica médica.
  • Oncologia Ocular

    Embora raros, há uma série de tumores que podem acometer os olhos. O centro de diagnóstico do HOPE possui uma série de equipamentos modernos e uma equipe especializada, que permite realizar o diagnóstico preciso e precoce.

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp

    O TUMOR OCULAR
    Os cânceres ou tumores oculares podem afetar quaisquer idades, sexo e raça. Os tumores que acometem o olho podem ser do tipo primário, ou seja, originado de algum tecido ocular ou do tipo secundário, quando aparecem como forma de metástase de um outro tumor que o paciente apresente em outra parte do corpo. Inicialmente, os pacientes podem ser assintomáticos, ou seja, as alterações no olho não são percebidas, mas com o avançar da doença pode evoluir severamente.

    Clique aqui para saber mais

    TRATAMENTO
    A depender da estrutura acometida e do tipo de tumor ocular, o tratamento pode ser clínico ou cirúrgico. É importante salientar que a detecção precoce faz toda a diferença no prognóstico da doença. Por isso, não deixe de realizar o seu exame periódico com o seu médico oftalmologista no HOPE.

  • Neuroftalmologia

    É a especialidade que trata doenças oculares ligadas a alterações do nervo óptico, trato óptico e da área do sistema nervoso central responsável pela visão. As principais doenças envolvidas são as neuropatias óticas (distúrbios que envolvem toxicidade ou isquemia do nervo óptico) e neurites ópticas (condições inflamatórias ou desmielinizantes do nervo ótico).

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp

    NEURITE ÓPTICA
    Apresenta-se com quadro de dor ocular e embaçamento visual, ou mesmo cefaleia com perda de campo visual transitório (enxaqueca)

    TRATAMENTO
    A investigação necessista de um profissional da área de neuroftalmologia, exames complementares como campimetria computadorizada e eletrofisiologia visual, que auxiliam em diversas patologias que envolvem retina, nervo óptico e doenças neurológicas.

    Clique aqui para saber mais

  • Visão Subnormal

    O departamento de Visão Subnormal se dedica a melhorar a função visual de pacientes com baixa visão através da adaptação de óculos especiais, lupas manuais e eletrônicas, telescópios e filtros de diversas cores.

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp
  • Oftalmopediatria

    É a especialidade que previne e trata as doenças oculares da infância.
    A partir de que idade deve-se levar a criança para consulta oftalmológica?
    A primeira consulta da criança é o Teste do Olhinho, que pode ser realizado a partir do primeiro dia de vida pelo oftalmopediatra ou pediatra. Por volta dos 3 meses, deve-se realizar o primeiro exame geral da criança, com avaliação da acuidade visual, motilidade ocular, refração (exame do grau) e fundoscopia.

    Com que frequência deve-se examinar uma criança?

    A criança não nasce com a visão definitiva. Ela vai desenvolvendo sua acuidade visual durante o crescimento. A avaliação dos olhos nessa fase deve ser anual, e um pouco mais frequente nos dois primeiros anos de vida, período onde a criança atinge 90% da sua visão final.

    Por que a criança geralmente dilata a pupila?

    A dilatação da pupila tem duas contribuições principais no exame: a paralisação da acomodação do cristalino, o que permite melhor determinação do grau, e a própria dilatação da pupila, facilitando a avaliação da retina e nervo óptico. Os colírios utilizados são seguros, podendo ser usados em qualquer idade, e o seu efeito deixará a visão embaçada por cerca de 4 a 12 horas.

    A partir de que idade uma criança pode usar óculos?

    A prescrição dos óculos vai depender não só do valor do grau encontrado no exame, como também da idade da criança e doenças associadas, como estrabismo e catarata. Um bebê já pode precisar de óculos, e temos armações apropriadas para eles. Quanto mais precoce a indicação dos óculos, mais importante para permitir o desenvolvimento da acuidade visual da criança.

    O uso dos óculos vai curar o grau?

    Usar os óculos vai propiciar à criança uma boa acuidade visual, mas não vai curar o grau. O grau pode sofrer variações independente do uso dos óculos. É importante usar corretamente os óculos para possibilitar o correto desenvolvimento da visão e manter uma boa acuidade, sem queixas como dor de cabeça, piscar e ardor constante dos olhos e dificuldades de aprendizagem na escola.

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp
  • Lentes de Contato

    As LENTES DE CONTATO são lentes oftálmicas usadas sobre a córnea, com finalidades de correção visual, cosméticas e/ou terapêuticas. Elas corrigem erros refracionais como miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia. As lentes de contato são de extrema importância na melhora da acuidade visual de pacientes com ectasias corneanas, como por exemplo o ceratocone.

    QUAIS AS VANTAGENS DAS LENTES DE CONTATO EM RELAÇÃO AOS ÓCULOS?

    – Aumento do campo de visão
    – Melhor qualidade da imagem (eliminação das aberrações oblíquas e distorções prismáticas induzidas pelos óculos)
    – Visualização da imagem em tamanho real (a imagem formada pelos óculos é menor do que a imagem real nos míopes, e maior nos hipermétropes)
    – Aumento da autoestima
    – Liberdade para a prática de esportes
    – Eliminação dos pontos de pressão no nariz e nas orelhas, causados pelos óculos

    AS LENTES DE CONTATO SÃO TODAS IGUAIS?

    Não. As lentes de contato podem ser gelatinosas ou rígidas gás-permeável, existindo uma infinidade de desenhos e materiais em cada grupo desses de lente. Por isso a necessidade de um exame ocular detalhado, para que o oftalmologista, especialista em lentes de contato, possa escolher o material, desenho e regime de uso mais apropriado para o seu olho.
    Usar lentes de contato com supervisão médica é fundamental para se ter qualidade e segurança.

    CUIDE DA SAÚDE DOS SEUS OLHOS!
    Para mais informações acesse o site da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria: www.soblec.com.br

    Clique aqui e agende sua consulta pelo Whatsapp